18 fevereiro, 2016

Marcas de chocolate que usam trabalho escravo infantil

Olá amores, hoje vim com um assunto bem sério, já falamos aqui as marcas de cosméticos que usavam animais para testes, hoje vamos falar de escravidão infantil, onde 7 empresas de chocolates usam essa método, Crianças entre os 11 e os 16 anos (por vezes até mais novas) são fechadas em plantações isoladas, onde trabalham de 80 a 100 horas por semana. O documentário Slavery: A Global Investigation (Escravidão: Uma Investigação Global) entrevistou crianças que foram libertadas, que contaram que frequentemente lhes davam murros e lhes batiam com cintos e chicotes. "Os espancamentos eram uma parte da minha vida", contou Aly Diabate, uma destas crianças libertadas. "Sempre que te carregavam com sacos [de grãos de cacau] e caías enquanto os transportavas, ninguém te ajudava. Em vez disso, batiam-te e batiam-te até que te levantasses de novo." Um absurdo isso não é meninas, as marcas de chocolates são:

Hershey
Mars
Nestlé
ADM Cocoa
Godiva
Fowler’s Chocolate
Kraft


Eu particularmente só conheço a Nestlé e a Hershey, pois depois dessa matéria não comerei mais chocolates deles, só se vierem com um laudo mostrando que eles não praticam mais desse ato. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário